Negócios em Foco

IGTI abre inscrições para mais de 40 tipos de bootcamps


Rio de Janeiro 20/07/2021 18h18

Edtech de formação profissional em TI reduz valores pagos por alunos em cursos, tem ganho de escala e aumento de 70% no faturamento durante a pandemia

O Instituto de Gestão e Tecnologia da Informação (IGTI) está com inscrições abertas para o próximo Programa de Bootcamps 2021, que começa no dia 29 de julho. As aulas são 100% online e o aluno não paga mensalidades, apenas uma taxa de matrícula no valor de R$ 150,00. Estão disponíveis mais de 40 cursos profissionais, como Programador de Software Iniciante, Inteligência Artificial, Data Science, Cybersecurity, Cloud Computing, UX, entre outros. O IGTI é referência nacional entre os profissionais de Tecnologia da Informação e considerado uma das empresas mais inovadoras do país no uso da tecnologia, na categoria Educação. As inscrições podem ser feitas até 27 de julho pelo link https://www.igti.com.br/custom/bootcamps-gratuitos/.

Compostos por uma alta carga de prática das atividades e foco em situações reais do mercado, os Bootcamps são tendência em todo o mundo por seu poder de acelerar as carreiras e preparar os alunos para novas oportunidades de trabalho. Estudantes e profissionais de todas as áreas - não somente de tecnologia - se credenciam e destravam suas capacidades de inovar e encontrar soluções para tornar os negócios mais competitivos e eficientes. Os cursos e programas de aprendizado são criados tendo em vista as carreiras mais promissoras e com maior demanda por parte das empresas.

Com duração de dois meses e meio e 148 horas de conteúdo, os bootcamps são cursos imersivos, com ênfase na prática e no aprendizado por meio de experimentação e aplicação de soluções originais em tecnologia. O IGTI oferece cerca de sete mil bolsas de bolsas de estudo e subsidia o conteúdo, disponibilizado gratuitamente durante o curso, com cobrança apenas da taxa de matrícula. São elegíveis para as bolsas alunos a partir de 18 anos.

Com seu modelo não linear de ensino e sem cobrar mensalidades, o IGTI vem ganhando escala e se tornando um expoente do mercado de edtechs no Brasil. Com a pandemia, a empresa buscou soluções inovadoras, com forte aplicação da tecnologia para ganhar escala, reduzir custos e alcançar um número maior de pessoas que buscam qualificação em TI. Assim, conseguiu tirar o peso do professor com tudo o que não seja pedagógico, manteve sua reconhecida qualidade de ensino e teve um aumento de 70% em seu faturamento.

“A capacitação e a educação acessível a todos está no nosso DNA. Somos uma edtech de ensino superior à distância e temos tecnologia para fazer com que o conhecimento de altíssima qualidade não precise custar caro. Queremos promover a ruptura dos antigos padrões e auxiliar os profissionais e suas empresas a desenvolverem novos modelos de negócios, produtos e soluções, com inovação de base tecnológica”, afirma Vinícius Bozzi, CEO do IGTI. “Com o nosso modelo, o aluno se capacita e ingressa no mercado de trabalho em pouco tempo, com uma remuneração inicial entre R$ 3 mil e R$ 4 mil mensais”, ele completa.

Os cursos estão disponíveis nas seguintes áreas: Programador(a) de Software Iniciante; Arquiteto(a) de Software; Agile Expert; Gestor(a) de TI; Desenvolvedor(a) Front-end; Desenvolvedor(a) Full Stack; Desenvolvedor(a) Business Intelligences; Profissional Devops; Analista de Transformação Digital; Engenheiro(a) de Software Ágil; Educador(a) Digital; Engenheiro(a) de Dados; Arquiteto(a) Cloud Computing; Administrador(a) Linux; Analista de Machine Learning; Cientista de Dados; Analista de Processos de Negócios; Analista de Banco de Dados; Analista de Cybersecurity, Ux Designer; Analista de Marketing Digital, entre outros.

Novo modelo de negócio e crescimento

O IGTI vem inovando com sua metodologia de formação não linear, composta por trilhas especializadas de bootcamps profissionais, e sem a cobrança de mensalidade. Dessa forma, passou a cobrar 10 vezes menos e a atender 10 vezes mais alunos. Durante a pandemia, a edtech, referência na educação profissional e de cursos de imersão, bootcamps e pós-graduação à distância na área de TI, viu o número de alunos saltar em 2020. Na pós-graduação, o total de estudantes foi de 1.000 para 2.000. Mas foi nos cursos de bootcamps que o salto foi exponencial: nessa modalidade foram mais de 47 mil inscritos em 2020.

Atualmente, com a mudança no modelo de negócio, o IGTI tem cerca de 10 mil alunos ativos, com acesso a um ensino superior de excelência. Para seguir nessa linha de crescimento, a instituição aumentou seu quadro de funcionários em quase 100%, comparando-se 2021 com 2020, e vem investindo parte do faturamento em automação e tecnologia. Hoje, são mais de 100 funcionários. E o corpo docente é formado por mais de 100 professores do Brasil e do exterior, com total protagonismo para garantir o ensino de qualidade.


Mais informações:

Contato | Anuncie
Copyright © 2021 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com