Negócios em Foco

Coronavírus: pandemia e isolamento afetam qualidade do sono


Brasília 10/06/2020 17h13

Ansiedade provocada pelo isolamento pode causar dificuldade para dormir

O período de confinamento tem afetado diretamente o sono das pessoas. Geralmente associado a outros problemas, a insônia tem crescido durante a pandemia da Covid-19. Uma das causas é a falta de rotina e a ansiedade diante das incertezas que o mundo vive.

“O isolamento e o teletrabalho impõem novos desafios às pessoas, já que podemos, em alguns casos, acordar e dormir um pouco mais tarde. Esses comportamentos interferem na maneira como nosso cérebro aprende a rotina de sono e afeta sua qualidade. Quem nunca observou as perdas de uma noite de sono mal dormida?”, alerta o médico psiquiatra Luan Marques.

O aumento da ansiedade pode levar a noites mal dormidas, podendo causar redução da imunidade, alterações no humor, elevação do estresse, dores de cabeça e até maior vulnerabilidade a problemas cardiovasculares. “O sono é fundamental para a saúde física e o funcionamento eficaz do sistema imunológico. É também um dos principais promotores de bem-estar emocional e saúde mental, ajudando a combater o estresse, a depressão e a ansiedade”, conclui Marques.

Um estudo realizado pela Universidade do Estado do Rio (Uerj) publicado pela revista científica The Lancet, revela que casos de ansiedade e estresse mais do que dobraram durante a pandemia, enquanto os de depressão tiveram aumento de 90% .

Confira algumas dicas para dormir bem durante a quarentena:

- Crie e siga rotinas

A quebra da rotina é apontada como uma das principais responsáveis pela desorganização do sono. É importante criar hábitos e horários antes de dormir.

- Procure dormir e acordar no mesmo horário

Cada pessoa possui uma necessidade individual de sono, mas recomenda-se entre 7 e 9 horas de sono de maneira geral.

- Evite o consumo de bebidas estimulantes durante a noite

Cafeína, taurina e outras bebidas podem atrapalhar uma noite de sono saudável. Caso tenha vontade de consumir essas substâncias, deixe para fazer isso durante o dia.

- Não coma logo antes de deitar

Tente fazer as refeições pelo menos 3 horas antes de deitar-se.

- Cuide da sua saúde mental

Insônia, na maioria das vezes, pode ser sintoma de outros problemas como depressão e ansiedade, por exemplo. É importante verificar a origem da falta de sono.

- Evite aparelhos eletrônicos antes de dormir

As luzes de celulares e computadores interferem na produção da melatonina, um importante hormônio que sinaliza para nosso cérebro que chegou a hora de dormir.

- Faça exercícios durante o dia

A prática de exercícios físicos ajuda numa melhor noite de sono. Caminhar, fazer yoga, meditação e práticas que levem a um relaxamento contribui para que o indivíduo tenha um sono mais profundo.

- Não fume e nem beba álcool no meio da noite

O consumo excessivo de álcool prejudica consideravelmente na hora de dormir. O cigarro também possui vários malefícios, entre eles, interferência na qualidade do sono.

- Mantenha horários constantes mesmo aos finais de semana

O corpo necessita manter uma rotina até mesmo em dias de lazer.

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com