Negócios em Foco

Empresa cria dispenser de álcool gel inteligente com uso de Internet das Coisas


Campinas/SP 31/08/2020 11h31

Dispositivo, criado pela célula de inovação da ART IT - Área 311 - possui sensor que evita o toque do usuário e possibilita a gestão da quantidade de álcool nos dispensers à distância

A ART IT - especializada em transformar negócios em experiências digitais – criou um dispositivo para sanitizar as mãos automaticamente utilizando álcool que usa Internet das Coisas para oferecer uma melhor experiência a usuários e gestores de facilities. Criado pela Área 311, célula de inovação da empresa, o dispenser utiliza sensores para que o usuário receba a quantidade correta de álcool em suas mãos sem ter que tocar o dispositivo, e permite que os responsáveis pela manutenção de um estabelecimento que conta com vários dispensers acompanhem, na tela de seu computador ou celular, a quantidade de álcool ainda disponível em cada um deles.

Devido a pandemia da Covid-19, a necessidade de deixar os ambientes mais estéreis aumentou muito. Lavar as mãos ou sanitizá-las se tornou obrigatório, porém nem sempre se têm pias ou sabão disponíveis. Com o retorno gradual das atividades econômicas, estabelecimentos com grande área, como fábricas, hospitais, hotéis, universidades e shopping centers, passarão a ter um número cada vez maior de dispensers e precisarão geri-los para que não falte o produto em cada um deles, criando uma demanda para os gestores que praticamente não existia antes da pandemia.

“O que encontramos hoje são ilhas de álcool em gel que muitas vezes necessitam de movimento mecânico para sua utilização. Além do contato físico com os dispositivos rudimentares atuais, não existe nenhum tipo de alerta ou acompanhamento quanto à quantidade de produto que ainda existe no reservatório, quantas pessoas utilizaram o equipamento ou mesmo se o produto está em falta em algum dispenser”, explica o Diretor de Inovação da ART IT e responsável pela Área 311, Rodrigo Bizarro.

Com a solução, os usuários não terão interação física com o dispositivo, pois ele é um sistema constituído de sensores; ao se aproximar uma quantidade exata para sanitização das mãos é jateada em ambas as mãos. “A experiência de uso deste tipo de dispositivo é melhorada significativamente”, afirma Rodrigo.

Redução de tempo e dashboard

A ART IT estima que o tempo de utilização do dispositivo para sanitização das mãos torna-se 70% menor, o que poderá reduzir as filas para entrada nos estabelecimentos.

A solução prevê um dashboard (painel de controle) que irá identificar o volume gasto, o remanescente, qual o tempo que ainda resta para recarga e a quantidade de pessoas que utilizaram o dispositivo. Com o dashboard pode-se prever a quantidade de álcool gel utilizada todos os meses, quando reabastecer os reservatórios e até realizar uma rota para esses reabastecimentos, garantindo assim eficiência e economia de produtos. Em lugares nos quais haverá grande quantidade de dispositivos, esses ganhos em economia e sanitização podem ser mais significativos.

“Com a melhora na experiência de sanitização das mãos, os usuários irão usar o álcool mais vezes. Esse lançamento é uma forma que encontramos na ART IT de contribuir, com nosso processo de inovação, com o combate à pandemia”, esclarece Rodrigo Bizarro.


Mais informações:

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com