Negócios em Foco

Saiba como controlar a florada de orquídeas durante todo o ano


São Paulo - SP 17/08/2020 15h39

Thermomatic do Brasil

Admiradas pela sua beleza, as orquídeas são, em sua maioria, epífitas, ou seja, plantas que vivem em troncos e galhos de árvores sem causar prejuízos à hospedeira. Normalmente a maioria das espécies são avessas ao excesso de luminosidade.

Para que não sejam desidratadas, as orquídeas necessitam de umidade entre 60% e 70% na maioria das vezes, podendo chegar a 80%, dependendo da época do ano. Esses índices acima, entretanto, não devem ser ultrapassados, para que não haja o ataque por fungos e bactérias que podem até destruir a planta. Ao mesmo tempo que dependem da umidade para sobreviverem, as orquídeas necessitam de controle sobre ela, pois o excesso pode ser um inimigo mortal para essas plantas.

Predominantemente em regiões tropicais, desenvolvem-se melhor sob condições especiais, como luz do sol indireta, controle de temperatura e vitalmente de umidade. Normalmente, as orquídeas são conhecidas pela sua beleza estética, entretanto, têm também outras aplicações, como a culinária e ainda como medicamento.

O aspecto de vivacidade presente nas orquídeas, principalmente em função das cores, acabam escondendo a sua fragilidade quanto ao ataque de predadores, como acontece com os fungos, que se transformam em verdadeiros algozes. Suscetíveis a uma série de doenças, tem entre as de maior ocorrência:

- Mofo cinzento: causada por fungos. Ataca não só orquídeas, como também outras plantas ornamentais. Caracteriza-se pela aparência de um algodão acinzentado. Causa descoloração e necrose nas plantas.

- Antracnose: decorrente de fungos, provoca não só manchas, como também lesões que podem afetar as folhas, hastes, botões florais, frutos e até caules. Em casos mais extremos e sem correção, podem causar até mesmo o apodrecimento. Ocorre principalmente pelo excesso de umidade do ar, a partir de 80%.

- Ferrugem: também causada pela presença de fungos, a chamada ferrugem caracteriza-se por manchas amareladas, presentes juntamente a um pó alaranjado, que é o resultado da destruição da clorofila, tão importante para o desenvolvimento da planta. Aos poucos, a ferrugem deforma e vai destruindo toda a vegetação.

A melhor maneira para assegurar condições de umidade adequadas para cada espécie de orquídea é a utilização de um desumidificador Desidrat da Thermomatic. O Desidrat evita a proliferação de microrganismos nocivos ao desenvolvimento das orquídeas e também controla o florescimento das mudas, para serem produzidas durante todo o ano e não só num período específico.

“Quando a umidade está muito elevada, pode haver propagação de fungos e bactérias. Então, os desumidificadores são importantes, porque ao baixarmos essa umidade, evitamos o surgimento de doenças nas plantas garantindo sua qualidade”, explica o sócio-proprietário da Itapeti Orchids Center, Nelson Kadomoto. A Itapeti produz mais de um milhão de mudas por ano.

Além de todos os benefícios que oferece, mantendo a umidade sob controle, o Desidrat retém as partículas em suspensão, devolvendo ao ambiente um ar muito mais saudável.

Quer saber mais sobre como controlar a umidade em orquidários? Acesse: https://www.thermomatic.com.br/aplicacoes/desumidificadores-para-orquidarios.html


Mais informações:

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com