Negócios em Foco

Nova LGPD vai impactar a experiência do usuário


São Paulo 22/02/2021 14h29

A LGPD implica uma série de ações que devem ser tomadas para o tratamento de dados pessoais do consumidor, também impactando na experiência digital do cliente

Com as ações visando colocar a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) na prática, muitas atividades relacionadas ao tratamento de dados dos consumidores serão implementadas, o que impactará tanto na forma como os profissionais trabalham quanto na experiência do usuário.

Impactos da LGPD na experiência do cliente são inevitáveis

Na rotina do cliente, a lei atuará de forma mais visível, principalmente em empresas que lidam diretamente com o consumidor final, ou seja, negócios B2C. Em vista disso, há algumas variáveis que deverão interferir nessa rotina:

- O titular dos dados passará a consentir que a empresa armazene e processe informações pessoais;

- A empresa também deverá deixar bem claro quais dados serão acessados por ela;

- Toda a atividade que envolver acesso a dados pessoais (seja armazenamento ou compartilhamento) deverá ser informada;

- O titular também terá direito à revogação de consentimento.

Permissão, acesso e foco nos dados são três ações de maior impacto na experiência do usuário

Os profissionais devem estar atentos a três questões que, com certeza, representam maior impacto na experiência do usuário em sites e lojas online. São elas:

Permissão de dados

As empresas deixam de ter permissão para disparar e-mails como se o consumidor estivesse aberto a ser acessado pela organização. A LGPD rompe com esse hábito, de forma que as pessoas passarão a dar seu expresso consentimento, de forma livre, específica, inequívoca e bem-informada.

Isso significa, na prática, que os clientes, os leads e os parceiros que acessarem o site deverão registrar que possuem interesse em manter um relacionamento com a empresa, e só assim ela poderá entrar em contato via e-mail.

Acesso de dados

Além de garantir ao consumidor a possibilidade de ter mais controle sobre seus dados, como eles serão armazenados e processados, a LGPD também garante que essa autorização poderá ser removida a qualquer momento. Os profissionais responsáveis deverão mediar a interação e tornar essa opção visível. O que muitas empresas estão fazendo é adicionar ao e-mail marketing um link que leva o usuário à base de dados e, assim, ele mesmo pode gerenciar as próprias preferências.

Foco nos dados

A nova lei deixa muito claro que as empresas devem justificar de forma legal a necessidade de armazenamento e processamento de cada dado, descritivamente. Dessa forma, é recomendável às organizações que evitem a coleta de dados que não serão realmente utilizados na prática.

Experiência do usuário representa elemento de extrema importância para a nova LGPD

A experiência do usuário sempre foi pauta importante dentro de organizações dos mais diversos setores. Com a LGPD em vigor, garantir a clareza dos processos de coleta e processamento de dados se tornou fundamental para estar em conformidade com a lei.

Outro elemento que influencia muito na experiência do usuário diz respeito à incorporação de técnicas de mídia de performance, que quando conduzidas por profissionais especialistas no assunto, como é o caso da we.digi, por exemplo, torna a experiência do cliente ainda mais coesa e proveitosa para ambas as partes.


Mais informações:

Divulgado por

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com