Negócios em Foco

O que você deve saber para começar a investir em criptomoedas ainda em 2020


São Paulo - SP 23/06/2020 17h58

Para quem deseja investir em criptomoedas existem boas opções, porém, é preciso ficar atento a esse mercado

Imagem - https://cdn.pixabay.com/photo/2018/05/30/00/28/blockchain-3440455_1280.jpg

Com os juros baixos e as taxas de remuneração dos investimentos acompanhando essas tendências, quem deseja obter algum lucro precisa diversificar na carteira.

Começar a investir em criptomoedas pode ser uma boa opção porque esse mercado tem se consolidado e permitido bons resultados com altas valorizações de algumas moedas.

Entretanto, não se pode ser um aventureiro, já que esse é um investimento de alto risco. Veja o que é preciso saber antes de conseguir bons rendimentos.

Conheça o mercado antes de investir em criptomoedas

Antes de começar qualquer investimento é preciso entender sobre esse mercado. Saber como ele funciona, quais são as regras, os tipos de criptomoedas existentes e outros itens é importante.

Uma das coisas a saber é que esse tipo de moeda é descentralizada, e isso significa que não existe nenhum órgão regulador. Além disso, ela utiliza a tecnologia, não é uma moda física, apenas virtual e usa um sistema de segurança chamado de blockchain.

Quando mais entender melhor será na hora de fazer os investimentos, pois isso evitará perdas ou aplicações erradas.

Diversifique na carteira

O ideal é começar aos poucos, nada de investir todo o dinheiro em apenas uma criptomoeda ou um grande valor.

Sendo dicas da NovaDAX, exchange global com sede no Brasil, o indicado é começar com um valor pequeno para que possa se adaptar ao funcionamento desse tipo de investimento, e somente após esse processo é que deve aplicações maiores.

Outro ponto é em relação ao tipo de criptomoeda que se vai investir.

Por exemplo, em uma pesquisa realizada constatou-se que no Brasil a criptomoeda mais procurada é a Bitcoin, porém a Ethereum ocupa o segundo lugar da lista, mesmo que não seja tão falada quanto a primeira.

Dentre outras moedas que estão na lista de top 10, existe a criptomoeda Tron, ocupando o oitavo lugar, depois a Dogecoin em nono e em último a Cardano.

Isso significa que os brasileiros não estão investindo mais somente em Bitcoin, mas também consideram que comprar tron pode ser uma boa opção entre as top 10 moedas preferidas.

Veja quais são as opções disponíveis e acompanhe o histórico para saber onde investir.

As criptomoedas podem ser voláteis

Esse é um mercado considerado de alto risco, ou seja, um investimento errado pode levar a sérias perdas financeiras. Isso também pode ocorrer por uma mudança brusca inesperada.

Entretanto, da mesma forma que se pode perder dinheiro é possível ganhar uma grande quantia repentinamente. De uma semana para outra é possível que haja uma grande valorização de uma criptomoeda e a seguinte uma desvalorização. Por conta disso é recomendado diversificar na carteira para equilibrar as contas.

O motivo de tanta volatilidade é apenas um: não existe ativo/valor que suporte o preço do Bitcoin, apenas a lei da oferta e demanda.

Cuide da sua segurança

As criptomoedas são negociadas de uma maneira um pouco diferente, pois contém pares de códigos.

O código público é usado para que outras pessoas transfiram dinheiro para você, já o código privado é usado para que você possa enviar dinheiro, e ajudará em sua segurança.

Outro ponto importante é que as moedas são serão suas se estiverem em sua wallet, uma espécie de carteira virtual. Portanto, quem usa as corretoras para fazer negociações deve se atentar de só colocar o valor no momento da negociação e depois retirar.

Ao fazer isso se evita o risco de investir em criptomoedas e perder todo o valor no caso de uma invasão no site da corretora ou algo parecido, uma vez que não há nada que assegure que as suas moedas virtuais além da sua wallet.

Existem taxas para a negociação dessa criptomoedas

Muita gente acredita que as criptomoedas, por não serem reguladas, são negociadas sem que haja a cobrança de nenhuma taxa, mas isso não é bem verdade.

Principalmente as plataformas de negociação cobram valores pelas operações realizadas e esses custos devem ser considerados.

Analise quais são as taxas cobradas pelas plataformas e faça comparações para optar pela que seja mais interessante e que consiga ter mais segurança.

Não confie em promessas

Não existe nenhuma garantia de retorno, pois, como dissemos, é um mercado volátil que depende da oferta e demanda.

Portanto, se receber alguma promessa de alto retorno garantido ou de que os riscos são baixos, não acredite. Existem alguns esquemas que apenas visam enganar os investidores, por isso, é importante conhecer o mercado.

Investir em criptomoedas pode ser uma boa alternativa para diversificar a carteira, principalmente porque existem opções que tendem a valorizar e porque o mercado investidor tradicional não está proporcionando bons rendimentos no momento.

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com