Negócios em Foco

BenCorp mostra os perigos da Hipertensão Arterial


São Paulo 23/09/2020 15h12

Steve Buissinne / piwabay.com

Hipertensão arterial é o nome correto do que conhecemos e usualmente chamamos de pressão alta. Esta doença é identificada a partir da medição da pressão sanguínea, que ao ultrapassar os 14 x 9 (140×90 mmHg) já indica uma alteração que deve ser observada com maior cuidado.

Por que a pressão arterial sobe?

Podem existir inúmeras razões para o aumento da pressão sanguínea, mas a característica principal é da contração dos vasos que reduzem seu tamanho, aumentando a pressão nas paredes internas.

Podemos fazer uma analogia para ilustrar processo: imagine uma mangueira conectada uma torneira e totalmente aberta, com a água correndo livremente e de repente você dobra a ponta da mangueira obstruindo o fluxo da água, pronto, isso poderá romper a mangueira ou a torneira, a depender da pressão interna.

Apesar de ser conhecida como uma doença hereditária, a Hipertensão tem como principal fator de risco hábitos de vida inadequados. Fumar, consumir bebidas alcoólicas em excesso, sedentarismo, excesso de peso e altas cargas de estresse fazem parte desses maus hábitos que favorecem o desenvolvimento dessa doença.

Um estudo da VIGITEL (Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico) apontou que em 2017 cerca de 24% da população brasileira sofreu com a hipertensão arterial.

“No conjunto das 27 cidades, a frequência de diagnóstico médico de hipertensão arterial foi de 24,3%, sendo maior em mulheres (26,4%) do que em homens (21,7%). Em ambos os sexos, a frequência de diagnóstico aumentou com a idade e foi particularmente elevada entre os indivíduos com menor nível de escolaridade (0 a 8 anos de estudo)

E segundo o Ministério da Saúde cerca de 388 pessoas morreram diariamente por causas relacionadas a pressão alta, em 2017. (Tirar essa frase pq abaixo já está falando sobre isso)

“Dados preliminares do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, também mostram que, em 2017, o Brasil registrou 141.878 mortes devido a hipertensão ou a causas atribuíveis a ela. Esse número revela uma realidade preocupante: todos os dias 388,7 pessoas se tornam vítimas fatais da doença, o que significa 16,2 óbitos a cada hora. Grande parte dessas mortes é evitável e 37% dessas mortes são precoces, ou seja, em pessoas com menos de 70 anos de idade.”

Principais consequências da hipertensão arterial

A vasoconstrição, ou melhor, a contração das paredes dos vasos sanguíneos pode afetar alguns órgãos importantes do corpo ocasionando graves problemas de saúde. Por exemplo: no coração pode levar um infarto, nos rins uma paralisação e no cérebro um derrame cerebral, todas estas situações podem ser fatais. A hipertensão é na maioria das vezes silenciosa, não apresenta grandes alterações antes de atingir níveis perigosos, mas ela exibe alguns sinais que podem servir de alerta para você consultar um profissional de saúde, sendo: dores de cabeça, enjoo ou vômito, falta de ar, agitação, além disso, caso também apresente a visão borrada, este pode ser um sinal de alguma lesão que poderá afetar o cérebro, os olhos, o coração e os rins.

Como tratar a hipertensão arterial?

A Sociedade Brasileira de Hipertensão criou algumas regras de ouro para quem precisa manter a pressão sob controle, mas que serve como orientação para todas as pessoas cuidarem da própria saúde. Vamos ver os dez mandamentos contra a pressão alta:

• Meça a pressão pelo menos uma vez por ano;

• Pratique atividades físicas todos os dias;

• Mantenha o peso ideal, evite a obesidade;

• Adote alimentação saudável: pouco sal, sem frituras e mais frutas, verduras e legumes;

• Reduza o consumo de álcool. Se possível, não beba;

• Abandone o cigarro;

• Nunca pare o tratamento, é para a vida toda;

• Siga as orientações do seu médico ou profissional da saúde;

• Evite o estresse. Tenha tempo para a família, os amigos e o lazer;

• Ame (sua vida) e seja amado.

Para manter a saúde em dia é importante que você monitore seus indicadores, medindo ao menos uma vez ao ano sua pressão arterial, é importante também visitar um clínico geral para um acompanhamento mais completo.

Sobre a BenCorp

A BenCorp Consultoria realiza uma análise da Política de Recursos Humanos e dos Planos de Saúde, Odontológico, Seguro de Vida e Previdência, para sua empresa.

Com o objetivo de prestar serviços operacionais, incluindo postos in company. Tudo isso, alinhado à Cultura Organizacional e Política Interna do seu negócio.

Com foco estratégico, a BenCorp Consultoria identifica pontos críticos e seleciona no mercado as melhores alternativas embenefícios corporativos.

Nossa equipe é formada por profissionais especializados que planejam soluções eficientes para melhorar a qualidade de vida dos seus funcionários, oferecendo

+benefícios... -custos!

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com