Negócios em Foco

CMI/Secovi-MG debate os impactos do novo comportamento do consumidor no mercado imobiliário


Belo Horizonte - MG 18/08/2020 17h44

Cristiano Rabelo, especialista em inteligência de mercado, é o convidado da live do dia 19 de agosto, às 19h, com transmissão pelo Instagram da entidade

A mudança de comportamento do consumidor foi acelerada pela pandemia de Covid-19 e novas necessidades surgiram, impactando ainda mais o setor imobiliário. A área de inteligência de mercado desponta como um importante recurso para analisar cenários e chegar a um produto que possa satisfazer os desejos dos clientes. Para discutir essas e outras questões, a CMI/Secovi-MG (Câmara do Mercado Imobiliário e Sindicato das Empresas do Mercado Imobiliário de Minas Gerais) promove, no dia 19 de agosto, às 19h, o encontro virtual “Business Intelligence – Como aplicar ao Novo Normal?”. A transmissão ao vivo será realizada pelo Instagram oficial da entidade: @cmi_secovimg.

O convidado é o especialista na área, CEO da Prospecta Inteligência, Cristiano Rabelo. Durante a live, ele vai apresentar diversos dados coletados em uma pesquisa sobre o comportamento do consumidor e discorrer sobre a série de variáveis, a fim de compreender as mudanças e diferenças observadas em Minas Gerais na comparação com outros estados.

“Fizemos uma pesquisa em todo o país para compreender melhor quais foram os principais impactos nos hábitos de consumo em função da pandemia. Com o isolamento social, confinadas em um ambiente, que, na maior parte do tempo, era apenas dormitório, as pessoas começaram a repensar melhor a moradia e os espaços nas residências. Muitas enxergaram que estavam vivendo em um layout totalmente desalinhado com as reais necessidades da família”, explica Rabelo.

Seguindo essa lógica, o especialista comenta que uma série de drives interessantes da pesquisa sinalizam as possíveis mudanças no comportamento do consumidor e alguns ajustes que são necessários para entregar um produto mais atrativo. “Acredito que acabou a era do lançamento de ‘mais do mesmo’; os clientes querem comprar um produto o mais alinhado possível às necessidades da família. Quem não compreender essas mudanças poderá ser engolido pelo mercado”, revela.

Rabelo também afirma que a área de inteligência de mercado, vista por alguns empresários como “artigo de luxo”, hoje tem de fazer parte da “cesta básica” do empreendedor. “Para empreender, mais do que nunca, é necessário estar preparado. Em plena crise, temos visto um aquecimento do setor imobiliário em várias cidades do país. Por isso, a inteligência de mercado deve ser vista como o ‘arroz com feijão’ do empreendedor”, acrescenta.

A presidente da CMI/Secovi-MG, Cássia Ximenes, que vai participar da live juntamente com Cristiano Rabelo, destaca que o mercado imobiliário sempre teve essa preocupação de entender os anseios dos consumidores. Em evento do Programa de Qualidade e Excelência Empresarial (PQEX) de 2016 foi apresentada uma análise de antropomarketing sobre o comportamento social do consumidor de produtos e serviços no mercado imobiliário de Minas Gerais. “Entender para atender sempre foi o mantra do setor. Agora, com as diversas mudanças geradas em função dos desdobramentos da pandemia, precisamos nos adaptar a esse ‘novo normal’ para seguir atendendo o cliente com excelência e com os produtos que mais se adaptem à realidade”, afirma.


Mais informações:

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com