Negócios em Foco

Nível de automação no Brasil cresce 3% mesmo em ano difícil


São Paulo - SP 18/11/2020 17h27

Em ano atípico para o empresariado e o consumidor, os níveis de automação subiram na indústria, no comércio, serviços e nas residências

Mesmo que 2020 tenha sido um ano bem incomum, empresas brasileiras buscaram a reação às adversidades e investiram em automatizar processos operacionais. Em sua quarta edição, o Índice de Automação do Mercado Brasileiro indica que empresas, indústrias e consumidores estão mais automatizados em 3% de 2019 para 2020. O estudo comprova ainda que na vertical comércio e serviços o crescimento também foi de 3%. Já na indústria, um setor que já é bastante automatizado, o crescimento foi de 2%.

O estudo, realizado pela Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil com apoio da empresa de pesquisas GfK, tem como objetivo mensurar o quanto a automação está presente nas empresas brasileiras e na vida do consumidor. O índice é mensurado em um intervalo de avaliação de 0 a 1, sendo 0 a ausência de automação e 1 a representação plena da automação.

Indústria – O método de estudo contempla seis dimensões para as indústrias (Sistemas, Logística, Atendimento, Relacionamento com o Colaborador, Relacionamento com o Cliente e Fábrica), avaliando em cada dimensão como é a adoção de tecnologias de automação. Com leituras por porte e categorias de uso, percebe-se que em um ano as indústrias aumentaram seu índice de automação de 0,275 para 0,305. Em média as indústrias possuem cinco linhas de produção, sendo 68% delas automatizadas. 74% das indústrias possuem um sistema de gestão que controla os setores financeiro, comercial, fiscal, distribuição, produção e RH. Na logística, 82% delas têm o código de barras como aliado para identificar seus produtos.

Comércio e serviços – A taxa de sistemas de gestão em comércio e serviços chega a 58%, sendo que as áreas comercial e financeiro as mais conectadas ao sistema de gestão, com 94% e 95%, respectivamente. A frente de caixa está conectada ao sistema de gestão em 73% dos casos. Entre os sistemas mais usados estão Warehouse Management Systems (WMS), Customer Relationship Management (CRM), Business Intelligence (BI) e intercâmbio de dados (EDI), além da URA Inteligente no atendimento. 22% das empresas do setor já identificam o perfil do cliente.

Consumidor – Com crescimento de 3% entre 2019 e 2020, o acesso à tecnologias pelos consumidores, mostra que 98% deles já possuem telefones móveis, dos quais 85% são smartphones. Nas residências, a cada seis eletrodomésticos um deles já está conectado por meio da internet. Em residências, os itens de automação mais comuns são portões eletrônicos, ar-condicionado, circuito interno de vigilância, alarmes e iluminação automática. O crescimento da adoção de tecnologias pelos consumidores também é impulsionado pelo uso dos relógios inteligentes e a adoção cada vez maior de aplicativos de celular.

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com