Negócios em Foco

Empreendedores seriais co-fundam startups de tecnologia de fronteira e de grande impacto no mercado


São Paulo, SP 09/06/2021 14h45

Venture Builder Caos Focado investe em deep techs e oferece inovações disruptivas para setores como o agro e life sciences

Divulgação

O Brasil é um país promissor, recheado de empreendedores e, de acordo com a Associação Brasileira de Startups (Abstartups), atualmente conta com mais de 12.700 startups ativas - crescimento de 27% em relação a 2018, quando eram 10 mil empresas. E as brasileiras estão cada vez mais na mira dos investidores, pelas soluções inovadoras e pelo cenário econômico. De acordo com mapeamento da consultoria de inovação Distrito, foram 77 fusões e aquisições envolvendo startups de janeiro a abril deste ano. É mais do que o dobro das 36 operações em 2020 e supera os 64 registros do ano de 2019 inteiro.

As startups criadas por aqui captaram US$2,35 bilhões em investimento nos primeiros quatro meses de 2021. Quebrando recorde, o volume representa 66% do que foi investido durante todo o ano de 2020. Ao todo, foram 207 aportes realizados até o fim de abril deste ano. Os dados são do Inside Venture Capital Report, relatório produzido pelo Distrito Dataminer.

Venture Builders fabricando startups no Brasil

As venture builders, conhecidas como fábricas de startups, são responsáveis pelo nascimento de muitas startups - do zero à maturidade - auxiliando os founders a desenvolverem suas tecnologias e lançarem seus produtos, bem como a administrar a startup, no que diz respeito a investimentos e parcerias do mercado. A Caos Focado surgiu como consultoria de inovação em 2011, tornando-se uma Venture Builder em 2015. Já fundou e empreendeu cinco startups de base tecnológica no Brasil, incluindo um exit de sucesso. O foco da empresa são as Deep Tech, que nascem de descobertas de pesquisa científica das universidades nas áreas de matemática, física, medicina e engenharia.

Os fundadores são mestres, doutores e pós-doutores e as startups de tecnologia profunda têm um tempo maior de maturação mais longo, incluindo muitas vezes etapas regulatórias para lançamento de produtos no mercado. Em contrapartida, proporcionam soluções disruptivas para grandes problemas da sociedade e maior potencial de retorno aos investidores.

“No CAOS Focado, não selecionamos startups já com ideia ou produto. Selecionamos um founder de excelência em alguma tecnologia, capaz de construir um diferencial tecnológico consistente e, junto a ele, vamos explorar possibilidades de produto e proposta de valor em diferentes mercados, em um tipo de residência”, afirma Diogo Dutra, Co-fundador da Caos Focado.

Metodologia Caos Focado

O processo de desenvolvimento do projeto consiste em três etapas:

Gênesis - um dos sócios seniores do CAOS Focado atua como Business Developer (BizDev), guiando as principais decisões estratégicas de produto e comercial, até a equipe conseguir emitir uma primeira nota fiscal e validar um conceito de negócio.

Descoberta - esta é a fase de intenso desenvolvimento de produto, início de operação com primeiros clientes e processo comercial, com a empresa usando também os serviços compartilhados de financeiro e gestão de pessoas do CAOS Focado. Nesta fase, o BizDev tem o papel de guiar as principais decisões de estratégia, garantir o alinhamento entre as primeiras áreas da empresa e processar as descobertas do comercial e operação com a equipe de produto, para validar o product-market fit da empresa, chegando próximo ao faturamento de R$ 2M. Após esse período, o BizDEv elege uma liderança - de dentro ou de fora - para assumir seu papel como principal referência de negócio.

Tração e escala - com uma equipe independente e duas lideranças sêniores – o founder técnico e a principal referência de negócio - a empresa “roda” sozinha e o Caos Focado contribui no board de administração com inteligência de negócio e projetos pontuais.

Startups da Venture Builder Caos Focado: inovação, reconhecimento e presença em diferentes setores

As empresas lançadas pela Caos Focado utilizam tecnologias como IoT, Open Health e biotecnologia e atuam nos setores: agro, educação, saúde corporativa, esportes/fitness, fisioterapia e farmacêutico/cosméticos recebendo prêmios e investimentos.

Nave à Vela - em parceria com 120 escolas, oferece currículo de inovação para ensino fundamental e médio baseado em cultura maker, promovendo um ensino cada vez mais inovador e impactando 50.000 alunos em todo o Brasil. Negócio vendido para o grupo Arco Educação listado na Nasdaq;

Cromai - agtech posicionada entre as cinco startups mais promissoras do mundo de acordo com ranking da Startup Insights e uma das 100 startups para ficar de olho. A empresa, pioneira na aplicação da tecnologia de fronteira, visão computacional no campo para oferecer diagnósticos sobre as plantações, acaba de receber um aporte de R$5 milhões da gigante do Agro, Stoller;

E-Lastic - startup de Internet das Coisas (IoT) que auxilia o processo de reabilitação física de pacientes através de dinamômetro conectado e aplicativo proprietários com mais de 1.000 clientes, 250 mil avaliações realizadas em 8 países (Brasil, Alemanha, Portugal, Espanha, Irlanda, Argentina, Paraguai e Peru) e clientes como Hospital Sírio Libanês, além dos clubes esportivos Boca Juniors, Corinthians, Grêmio, Internacional e Vasco, entre outros;

Onyma - focada na transformação da experiência na saúde ocupacional e trazer insights baseado em dados para a saúde corporativa por meio da tecnologia, conta com investidores anjo Gustavo Vitti e Raphael Bozza (Chief People Officer e Diretor de Pessoas do iFood, respectivamente) e Ricardo di Lazzaro, Founder da startup Genera, vendida para o grupo DASA. A Onyma está entre as 50 startups selecionadas para a fase launch do programa Female Scale da Distrito, Endeavor Brasil e B2 Mamy;

Quantis - startup de bioimpressão de proteínas humanas de alto desempenho, como colágeno ultra puro bio idêntico ao humano que pode ser aplicado em preenchedores dérmicos anti-envelhecimento. Recebeu quase R$1M de investimento do hub de inovação Biotech Town, fundo Next da Alvarez & Marsal e investidor anjo.


Mais informações:

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com