Negócios em Foco

Eficiência e agilidade para empresas que possuem sistema integrado de segurança


BELO HORIZONTE 10/06/2021 13h07

Administrar um empreendimento, independentemente do setor, é uma tarefa que requer habilidades pessoais e, claro, um bom sistema de segurança que garanta o bom funcionamento dos processos. “Com o patrimônio protegido, o gestor economiza tempo e energia para atividades de outras áreas da sua empresa. Nesses casos, contar com um Sistema Integrado de Segurança é fundamental para garantir mais eficiência e mais agilidade”, avalia Claudio Gaspari, CEO da Veolink, uma das principais integradoras de soluções em segurança eletrônica e gestão de dados do Brasil.

Um Sistema Integrado de Segurança associa e integra diversas tecnologias e subsistemas de detecção. Um exemplo é a integração de um sistema de circuito fechado de televisão, detecção de incêndio e controle de acesso, por exemplo. Ao implementar um sistema integrado são vários os benefícios para a empresa.

O primeiro deles é a eficiência redobrada. Uma operação robusta de segurança física envolve pessoas, procedimentos e sistemas. Neste último aspecto, é importante contar com uma plataforma eletrônica que permita ter acesso a informações de vários subsistemas de vigilância e resposta a incidentes. Empresas que precisam monitorar diversos ambientes de forma simultânea e/ou que têm alto fluxo de pessoas e informações são as principais beneficiadas com esse formato.

Sendo assim, o Sistema Integrado de Segurança é a alternativa ideal, pois inclui funcionalidades sofisticadas que permitem a comunicação com sistemas de detecção de incêndio ou automação predial, por exemplo. Além de garantir o atendimento de forma complementar a todas as demandas, potencializando a segurança dos ambientes com agilidade e eficácia.

Outra vantagem é a redução de acidentes e incêndios. Atualmente, existem diversas opções bastante eficazes como sensores de temperatura, sensores de chamas, sensores de fumaça, central de detecção e alarme, e vídeo analítico. Mais segurança contra furtos e roubos, pois um sistema de segurança dificulta a ação de criminosos.

O planejamento é o primeiro passo para colocar um Sistema Integrado de Segurança em atividade. “Por isso, é fundamental realizar uma análise dos riscos do local, buscando encontrar as vulnerabilidades da segurança do espaço. Além disso, também é realizada uma investigação em cima do histórico de roubos, furtos e acidentes, buscando compreender por completo a situação da segurança do patrimônio”, diz Claudio Gaspari.

O plano de ação é desenhado a partir dos resultados da análise, de acordo com as necessidades e prioridades de cada empresa. Com isso, são colocadas em prática apenas as soluções adequadas para cada caso, o que permite a realização de integrações personalizadas e a redução de custos desnecessários.

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com