Negócios em Foco

Estudo mostra que portaria remota reduz despesas em até 50% para condomínios


Florianópolis/SC 24/09/2020 13h31

Além de melhorias em segurança e comodidade, investimento em tecnologia no acesso de moradores traz benefícios financeiros

Tecnologias como acesso por QR Code trazem benefícios de segurança e economia para condomínios - Divulgação

Investimento voltado principalmente para melhorias em segurança, autonomia e comodidade de moradores e síndicos, a portaria remota também traz benefícios à economia dos condomínios. As soluções tecnológicas para controle dos acessos apresentam retorno financeiro em aproximadamente três meses. O valor economizado, que chega a 50% do custo mensal, pode ser revertido em redução da taxa mensal para condôminos, reforço no fluxo de caixa do condomínio e até mesmo utilizado para custear obras emergenciais ou de valorização do imóvel.

Em média, os custos com porteiros tradicionais chega a representar até 80% das despesas de um condomínio, incluídos os valores de salário, encargos trabalhistas e impostos. Um empreendimento de porte médio, com 50 unidades habitacionais, por exemplo, tem custo aproximado de R$ 16 mil/mês. Nesse cenário, a adesão à portaria remota seria de cerca de R$ 24 mil, com R$ 8 mil fixos em mensalidade. A conta mostra resultados já após o primeiro trimestre, mesmo sem levar em consideração despesas menores como energia elétrica e material de limpeza para as guaritas tradicionais.

“Com a adoção da portaria remota, o condomínio conquista uma redução de custos relativa às despesas de mão-de-obra dos porteiros, independente do tamanho do condomínio”, reforça Juliano Bortolotti, CFO do Porter Group. Mesmo a manutenção do sistema de portaria remota, que tem assistência técnica 24 horas, é inferior às tradicionais porque o serviço é prestado preventivamente, evitando riscos maiores.

O resultado, aponta Bortolotti, é um investimento com significativo resultado para o condomínio - e, assim, também para os moradores. “O que percebemos é que a maioria dos condomínios aproveita a redução dos custos para recompor o fluxo de caixa e/ou fundo de reservas, congelar a taxa condominial, fazer reformas prioritárias e, após isso, fazem investimentos, como piscinas, academias e áreas de lazer. Isso sem a necessidade de aumentar o valor da taxa mensal”, ressalta.

Presentes em mais de 1,3 mil condomínios em todo o país, as portarias remotas do Porter Group geram uma economia total de R$ 8,45 milhões por mês, numa soma superior a R$ 100 milhões no período de um ano. A empresa ainda trabalha com outras soluções tecnológicas que oferecem benefícios ligados à segurança e economia dos condomínios. O acesso utilizando aplicativo no celular e QR Code agiliza as entradas e saídas e oferece comodidade aos moradores, que podem controle mais efetivo sobre visitantes e demais pessoas que devem ingressar nas unidades. A plataforma de assembleias virtuais possibilita que as reuniões de condomínio sejam feitas online, se tornando mais ágeis e incentivando a participação de mais condôminos - somente neste ano, mais de 1,3 mil reuniões foram realizadas no sistema. Já os lockers, armários eletrônicos inteligentes, facilitam o recebimento de encomendas e evitam o contato direto dos condôminos com entregadores, funcionalidade importante em tempos de pandemia.

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com