Negócios em Foco

Veja como grandes varejistas superaram o ano de 2020


São Paulo - SP 19/01/2021 23h36

Imagem: https://pixabay.com/pt/photos/pagamento-pagamento-online-4334491/

Por conta da pandemia do novo coronavírus, os empreendedores precisaram se reinventar para manter os consumidores. As empresas que já investiam no mercado digital largaram na frente, afinal, não tiveram que criar um site do zero, apenas readequar algumas estratégias para atender um público maior.

Segundo relatório da Ebit/Nielsen¹, o 1º registro de 2020 registrou um recorde de vendas no mercado on-line brasileiro. As vendas subiram 47%, o que totalizou R$ 90,8 milhões de pedidos de compras. O aumento era esperado, devido ao fechamento de lojas físicas e restrições de deslocamentos na maior parte das cidades.

No entanto, houve uma rede varejista que mesmo sem um e-commerce tenha conquistado um faturamento expressivo. Veja só!

Lojas Cem

Ao contrário dos concorrentes, que possuem presença digital, a Lojas Cem manteve as vendas no ano passado. A rede de eletrodomésticos conseguiu obter um faturamento superior a R$ 5 bilhões, mesmo tendo ficado setenta dias com as lojas fechadas.

Além do desafio de não vender durante esse período, a varejista ficou sem receber 70% dos pagamentos, pois eles foram feitos no crediário da própria loja. Isso não impediu que a varejista se mantivesse de pé e ainda abrisse seis novas lojas - das dez que estavam previstas.

Para o futuro, há, sim, a expectativa de a empresa fazer um e-commerce. Até o momento, os consumidores podem consultar as ofertas das Lojas Cem² e as informações institucionais na internet, porém, não é possível fazer compras.

No ano passado, a rede varejista adquiriu um sistema tecnológico, mas ainda não divulgou data para entrar para o digital.

Imagem: https://pixabay.com/pt/photos/online-banc%C3%A1rio-dinheiro-finan%C3%A7as-4516007/

Magazine Luiza

Por sua vez, a Magazine Luiza adiantou os planos que tinha para sobreviver à maré de 2020³. Já consolidada no segmento digital, a gigante do varejo começou a vender produtos de supermercados - ideia que estudava implementar no futuro.

Como tinha experiência em e-commerce, a Magazine Luiza só precisou de pouco mais de dez dias para mudar o foco e adicionar um segmento ao portfólio. No terceiro semestre do ano passado, as novas mercadorias representaram cinco milhões de pedidos no site.

No fim de 2020, a Magalu ainda anunciou a compra da fintech Hub Prepaid. Dessa forma, a varejista poderá aumentar a oferta de produtos digitais para os clientes, incluindo um cartão pré-pago.

Via Varejo

A Via Varejo, que controla as Casas Bahia e o Ponto Frio, conseguiu se preparar para o período de pandemia, ainda que não imaginasse o que estava por vir. No segundo semestre de 2019, a companhia havia trocado de direção e começado a investir em tecnologia.

Dessa forma, mesmo com dez mil lojas fechadas temporariamente, a organização conseguiu ter um lucro de R$ 65 milhões no 2º trimestre⁴. A presença digital que antes representava 30% do faturamento passou para 70%.

Durante a época do Natal, a Via Varejo também surpreendeu. A organização vendeu 125% a mais com relação ao mesmo período de 2019. Parte desse aumento expressivo foi por causa do programa de vendas diretas “me chama no Zap”.

Devido a isso, não apenas a companhia, mas o mercado está otimista com a Via Varejo. Considerada uma das ações mais promissoras da Bolsa de Valores, há analistas que preveem um crescimento de mais de 60% nos ativos em até um ano.

Como visto neste artigo, embora 2020 tenha sido um ano desafiador para todos os segmentos, as grandes varejistas conseguiram sobreviver à crise e até crescer. Mesmo o digital tendo sido a solução na maior parte das vezes, para vender com o comércio fechado, a Lojas Cem conseguiu superar as expectativas mesmo sem ter presença digital.

Fontes:

1 - Artigo da Exame sobre vendas online em 2020 no Brasil:

https://exame.com/pme/e-commerce-brasil-cresce-47-primeiro-semestre-alta-20-anos/

2 - Folhetos de Ofertas no Porta Folhetos:

Ofertas Lojas Cem

3 - Artigo da Veja sobre novos produtos da Magazine Luiza:

https://veja.abril.com.br/economia/magazine-luiza-comeca-a-vender-produtos-de-supermercado-na-web/#:~:text=A%20Magazine%20Luiza%20inaugurou%20um,alimentos%20na%20aba%20“mercado”.

4 - Artigo da Consumidor Moderno sobre cases de sucesso na pandemia:

https://www.consumidormoderno.com.br/2020/12/22/veja-empresas-que-foram-cases-de-sucesso-na-pandemia/

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com