Negócios em Foco

Zero é o nível de tratamento dos dados para LGPD em 25% das empresas diagnosticadas pela ACSoftware


Sao Paulo 09/12/2020 07h19

Baixa adesão é preocupante: apenas 19% das empresas iniciaram adequação e outros 20% possuem o conhecimento necessário sobre a aplicação da nova lei de proteção de dados pessoais.

A ACSoftware, fornecedora de tecnologia e serviços para gestão de TI e Segurança da Informação, aplicou um diagnóstico em 62 empresas de médio e grande porte e apurou uma situação preocupante: em 25% delas não são realizados qualquer tipo de tratamento dos dados, ou seja, o nível é zero para este quesito. Apenas 19% das empresas iniciaram seus trabalhos de adequação e outros 20% não possuem o conhecimento necessário sobre a aplicação da nova lei de proteção de dados pessoais.

Para o diagnóstico, a ACSoftware aplicou questionários e entrevistas com as equipes destacadas nas empresas para responder pela adequação à LGPD e verificou que as ações de segurança por parte das empresas apresentaram a melhor resposta, com 45% das organizações com ações efetivas e uso de serviços e tecnologias para a segurança dos dados. As empresas que possuem trilhas de auditoria de segurança representam 30% do total.

Segundo Dyogo Junqueira, VP de Vendas e Marketing da ACSoftware, o diagnóstico permitiu chegar a uma visão sobre como as empresas estão se comportando diante da necessidade da adequação às novas regras. “Encontrar um quarto das empresas, 25%, que não possuem quaisquer ações para tratamento dos dados chama a atenção para um situação muito preocupante. Esperávamos encontrar uma baixa resposta a partir do diagnóstico, mas este item, de fato, nos pegou de surpresa. Acreditamos que a divulgação deste número sirva de alerta para as companhias que necessitam se adequar à LGPD, que já está em vigor e exige muita atenção das empresas e de seus gestores, comenta o executivo.

A metodologia do diagnóstico para LGPD

O diagnóstico aplicado pela ACSoftware inclui a análise do nível de conhecimento e tratamento de dados, inventário de ferramentas de software e identificação dos artigos da lei aos quais as organizações empresariais conseguem se adequar a partir das tecnologias que já possui e aponta quais estariam faltando. “O primeiro passo para a adequação é as empresas conhecerem os dados que estão em seu poder e como devem realizar o manuseio das informações pessoais de seus clientes. Os números revelados pelo nosso diagnóstico apontam que as empresas ainda têm um longo caminho a percorrer”, finaliza Dyogo Junqueira.


Mais informações:

Contato | Anuncie
Copyright © 2020 | Todos os direitos reservados.

Negócios em Foco

Notícias empresariais

Localização
São Paulo - SP, Brasil

E-Mail
redacao@negociosemfoco.com